TV mostra clonagem de 14 embriões humanos

EFE - O Estado de S.Paulo

Um documentário exibido ontem no Discovery Channel britânico mostrou que um médico especializado em tratamentos de reprodução assistida teria clonado 14 embriões humanos, dos quais 11 teriam sido implantados em úteros de quatro mulheres. Nenhuma gravidez mostrou-se viável. Toda a experiência, realizada em 2003, foi filmada pelo produtor britânico Peter Williams. O médico, Panayiotis Zavos, cipriota naturalizado americano e proprietário de duas clínicas de reprodução assistida nos Estados Unidos e no Chipre, realizou os procedimentos em um laboratório secreto, possivelmente no Oriente Médio, onde a clonagem não é proibida.O coordenador do programa de mestrado e doutorado em Bioética da Universidade de Brasília, Volnei Garrafa, apontou três razões para qualificar como irresponsável a atuação de Zavos: o risco de introduzir fragilidades na genômica humana, as motivações egoístas e o perigo de se abrir um precedente que leve à flexibilização progressiva dos referenciais éticos.