Todo o rebanho de Noronha será vendido

- O Estado de S.Paulo

Fernando de Noronha deverá ficar livre ainda neste trimestre do gado bovino e caprino que, criado livremente há décadas, ameaça o ecossistema da ilha. Um acordo entre Ministério do Meio Ambiente, comerciantes pernambucanos e moradores de Fernando de Noronha permitirá que as cerca de 450 cabeças de vacas e de bodes sejam vendidas para frigoríficos do continente. "Os bois e os cabritos fazem uma lambança completa na ilha", disse o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, que passou férias em Fernando de Noronha. "Pisam nos ninhos das tartarugas, ocupam e degradam trilhas e praias."