SP anuncia investimento ''modesto'' para UBSs

- O Estado de S.Paulo

O governo paulista anunciou ontem um programa de reforma de Unidades Básicas de Saúde (UBS) em 523 dos 645 municípios do Estado. Serão repassados R$ 13,4 milhões para as prefeituras a partir de abril, valor considerado "modesto" pelo próprio governador José Serra (PSDB), que destacou que os recursos auxiliarão na readequação dos locais.O dinheiro deverá ser aplicado em pequenos reparos, como pintura, melhorias nas redes elétrica e hidráulica. Terão direito ao repasse municípios com até 50 mil habitantes. O valor a ser liberado varia conforme o tamanho da cidade. Municípios com até 9,9 mil habitantes receberão R$ 15 mil. Aqueles entre 10 mil e 19,9 mil, R$ 25 mil. Por fim, cidades com 20 mil a 50 mil, R$ 50 mil. "Em São Paulo as Unidades Básicas de Saúde são instituições municipais e estamos dando uma força para que elas possam fazer as adequações. Esse investimento descentralizado, embora modesto, funciona com muita rapidez", afirmou Serra durante o 1º Encontro de Secretários Municipais da Saúde. O presidente do conselho de secretários municipais da saúde de São Paulo, Jorge Harada, considerou o investimento um avanço, mas tímido. "É um avanço, mas temos de pensar em uma proposta mais arrojada para os grande municípios, pois 50% da população paulista está em municípios com mais de 100 mil habitantes. Além disso, é preciso auxílio ao custeio das unidades."