Saúde amplia gastos com lipodistrofia

- O Estado de S.Paulo

Portaria publicada hoje no Diário Oficial da União eleva de 5 para 20 os serviços capacitados para realizarem a cirurgia de correção da lipodistrofia (perda de gordura em alguns locais do corpo) em pacientes com aids. Duas outras portarias regulamentam o procedimento e aumentam o gasto anual para R$ 4,4 milhões. "Como o volume de procedimentos era pequeno, os gastos eram quase insignificantes", diz o secretário de Atenção à Saúde, Alberto Beltrame.