Saiba mais

- O Estado de S.Paulo

Em junho de 2007, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, afirmou que o governo enviaria ao Congresso proposta de alteração da lei que determina o ressarcimento ao Sistema Único de Saúde (SUS) dos gastos com clientes dos planos de saúde na rede pública. O artigo 32 da Lei 9.656/98 determina que os planos reembolsem o SUS quando seus clientes forem atendidos por hospitais da rede pública ou privada conveniados ao sistema Até novembro de 2007, as operadoras haviam pago R$ 85 milhões ao SUS, apenas 20% do valor devido. Em dezembro de 2008, o governo prometeu punição aos planos que protelarem o ressarcimento ou apresentarem informações falsas para não devolver o dinheiro gasto para atender seus clientes. E que, pela primeira vez, os recursos devidos teriam de ser pagos com juros e correçãoEm março deste ano, o Tribunal de Contas da União (TCU) revelou que a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) deixou de cobrar dos planos de saúde R$ 3,8 bilhões entre 2001 e 2008