Rússia celebra 50 anos do vôo da cadela Laika

Efe - O Estado de S.Paulo

Um mês após a comemoração dos 50 anos de lançamento do Sputnik, a Rússia lembrou ontem o 50º aniversário da odisséia espacial da cadela Laika. Ela foi o primeiro ser vivo a voar no espaço, em missão precursora dos vôos tripulados por astronautas. Uma estátua foi inaugurada em memória da cadela na estação Dínamo do metrô, em Moscou. Yuri Gagarin, primeiro cosmonauta da história, foi ao espaço em 1961.