Rio proíbe aparelhos eletrônicos e câmeras

- O Estado de S.Paulo

Usar aparelhos de mp3, mp4, walkmen, videogames portáteis, agendas eletrônicas e máquinas fotográficas está proibido em salas de aula, bibliotecas e todos os espaços de estudo das escolas estaduais do Rio. A lei, sancionada pelo governador Sérgio Cabral Filho, foi publicada ontem no Diário Oficial do Estado. A determinação, proposta pelo deputado Marcelo Simão, amplia a lei em vigor que proíbe celulares.