Rio investiga 5 mortes; Estado tem 2,3 mil casos

Daniele Carvalho - O Estado de S.Paulo

A Secretaria Estadual da Saúde do Rio investiga cinco mortes que podem ter sido causadas por dengue no início deste ano. Duas ocorreram na capital e as outras três na Baixada Fluminense - em Duque de Caxias, Queimados e São João de Meriti. De acordo com o levantamento mais recente da secretaria, até o dia 18 foram notificados 2.297 casos de dengue, sendo 1.918 no mês de janeiro. Ainda de acordo com o relatório, os cinco municípios que registraram maior número de casos foram Rio (783), Itaboraí (230), Niterói (204), Angra dos Reis (142) e Barra do Piraí (142). A faixa etária com maior número de notificações, 69% do total, é dos 15 aos 49 anos de idade.No ano passado, o Estado do Rio notificou 255.070 casos de dengue, dos quais 240 resultaram em mortes. A capital liderou o ranking de incidência de casos, com 127 mil notificações. Do total dos casos, 1.769 foram registrados como febre hemorrágica de dengue .O Ministério da Saúde ainda não contabilizou o número de casos de dengue registrados este ano no País. A informação oficial é do ano passado, de janeiro a novembro - no período, foram registrados 787.726 casos. Há 15 dias o ministro José Gomes Temporão garantiu que nas primeiras três semanas de janeiro o total de casos no País foi 50% menor do que no mesmo período do ano passado.