'Renaissance' será o primeiro capítulo de uma trilogia, diz Beyoncé

Thaíse Ramos - Especial para o Estadão

Projeto marca o retorno da diva pop ao trabalho solo, já que em 2018 ela saiu em turnê com Jay-Z

Após seis anos do álbum 'Lemonade', Beyoncé lançou na madrugada desta sexta-feira 'Renaissance'. 

Após seis anos do álbum 'Lemonade', Beyoncé lançou na madrugada desta sexta-feira 'Renaissance'.  Foto: AFP/Robyn Beck

Beyoncé anunciou que seu próximo álbum, Renaissance, será o primeiro capítulo de uma trilogia. A diva pop disse, na noite da última quinta-feira, 28, por meio de seu site oficial, que o disco abrirá um “projeto em três atos”, gravado durante o período de isolamento causado pela covid-19.

De acordo com a cantora, a produção do trabalho a proporcionou um “lugar para sonhar e escapar durante um período assustador para o mundo”. 

A artista também agradeceu os produtores envolvidos no projeto, além de sua família, exaltando o marido, Jay-Z, como a pessoa responsável por apoiá-la durante “longas noites no estúdio”.

Beyoncé não esqueceu dos fãs e dedicou o projeto a eles, afirmando que torce para que Renaissance “inspire a rebolar e te faça sentir tão único, sexy e forte quanto você já é”.

Ainda não há detalhes sobre as datas de estreia dos próximos dois capítulos, ou mesmo quais direções eles devem tomar. 

 

 

 

Lançamento 

 

Após seis anos do álbum Lemonade, Beyoncé lançou na madrugada desta sexta-feira, 29, Renaissance, disco inspirado na pegada house music das décadas de 1980 e 1990. Com referências do hip hop, a artista ressurgiu com uma proposta dançante, onde mergulha em uma diversidade de gêneros ritmados. O trabalho conta com 16 faixas. 

O disco marca o retorno da diva pop ao trabalho solo, já que em 2018 Beyoncé saiu em turnê com o marido. Com a On the run II Tour, o casal faturou US$ 253,5 milhões (cerca de R$ 936,91 milhões, segundo dados da Billboard Boxscore).

O novo álbum da artista também conta com participações de Jay-Z, Drake, Kanye West e Pharrell Williams