Reitora viu tudo pela TV e não recebeu comissão

- O Estado de S.Paulo

A reitora da USP, Suely Vilela, passou todo o dia de ontem em seu gabinete no prédio da reitoria no câmpus. Ela acompanhou o confronto entre estudantes e policiais pela televisão. Não autorizou ninguém a falar em nome da instituição. À noite, a reitoria divulgou nota (mais informações nesta pág.). Quando uma comissão formada por professores, alunos e parlamentares a procurou, Suely delegou a negociação ao seu vice, Franco Lajolo. A comissão sugeria que fosse mantido apenas um contingente policial suficiente para garantir a segurança do patrimônio e pedia a saída da maior parte da força. Primeira mulher a assumir a reitoria da USP, Suely Vilela, de 55 anos, está a cinco meses de terminar o mandato. Foi indicada em novembro de 2005 pelo ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), após ser a mais votada em eleição de dois turnos.