Rede pode ter revisão para livros didáticos

Renata Cafardo - O Estado de S.Paulo

Paulo Renato estuda contratar uma empresa para revisar o material didático oferecido a alunos e professores da rede estadual. Segundo ele, o erro no livro de geografia da rede estadual, cujo mapa tinha dois países identificados como Paraguai, foi "gritante". "As crianças, já com livros certos, aprendem pouco, imagine com livros errados." Outra ideia seria a de dar mais incentivos a professores que trabalhem em escolas cujos alunos tiveram baixo desempenho em avaliações.