Quero o meu direito à pressa

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

Nas escadas rolantes japonesas, é regra: quem não tem pressa fica à direita, deixando a esquerda livre para a passagem dos afobados. Nas escadas rolantes brasileiras, a regra é: tá com pressa, bem? Relaxa que já chega... Incrível como tem gente que não dá a mínima para os que vêm atrás (sem malícia, por favor). Não, eu não posso estar com pressa e acelerar o passo. Tenho de acompanhar a lenta marcha dos colegas da firma que retornam ao trampo após o almoço, todos formando uma extensa e sólida barreira na calçada, como manda a boa união corporativa. Sou forçado a esperar as amigas terminarem o papo nos degraus que rumam à saída do metrô e correr o risco de perder o busão que passa de 40 em 40 minutos. A senhorinha carregada de sacolas não vai pra lá nem pra cá ? e eu preciso esperá-la se equilibrar ou cair para um dos lados. Tudo isso bem pianinho. Experimente pedir licença ou esboçar qualquer reação de impaciência. Se os olhares de reprovação e fúria não te cegarem, alguém vai dizer: ?Nossa, a bi tá nervosa...?.