Pro Teste vai à ANS contra ''alta abusiva''

- O Estado de S.Paulo

A Pro Teste Associação Brasileira de Defesa do Consumidor solicitou a atuação da Agência Nacional de Saúde (ANS) no controle dos altos índices de reajuste anual para contratos coletivos fixados pelas operadoras de planos de saúde. Em alguns, o reajuste chega a 10,9%. Eles estão bem acima da inflação e do índice autorizado para os planos individuais e familiares. Esses contratos coletivos já representam 76,8% do mercado.