População egípcia era pobre e doente

Reuters - O Estado de S.Paulo

Estudos feitos na cidade de Tell el Amarna, capital do Antigo Egito entre 1379 e 1362 a.C., mostram que a população na época era empobrecida e doente. Com as escavações em um cemitério, verificou-se que os habitantes sofriam de anemia e tinham diversos ossos quebrados e que a taxa de mortalidade entre jovens era alta.