Plataforma de gelo maior que o Havaí perde 25% por causa do aquecimento

Efe, Madri - O Estado de S.Paulo

Um quarto da Plataforma Wilkins, uma superfície de gelo de 14 mil quilômetros quadrados (maior que o Havaí) na Península Antártica, desprendeu-se por causa do aquecimento globa, informou ontem o Centro Superior de Investigaçõess Científicas da Espanha (CSIC).Desde o domingo, uma equipe de cientistas espanhóis, a bordo do navio de pesquisa oceanográfica Hespérides, analisa o impacto do colapso da plataforma sobre o ecossistema do Mar de Bellinghausen, a oeste da Península Antártica. Segundo o CSIC, "está ocorrendo o desprendimento completo da placa". Os cientistas acreditam que ele é iminente.A equipe de pesquisadores presenciou também a retração da frente de gelo desse mar em 550 quilômetros em apenas duas semanas. Os cientistas afirmam que as temperaturas da água são extraordinariamente quentes nessa região.Eles também dizem que o desprendimento e a fragmentação da plataforma causará aumento no nível do mar.O comandante do Hespérides, Pedro Luis de la Puente, disse que vem encontrando "enormes icebergs soltos da Plataforma Wilkins" alguns deles com mais de 200 metros de altura.