Planeta fica 700°C mais quente em apenas 6 horas

EFE - O Estado de S.Paulo

Astro recebe 825 vezes mais radiação ao passar perto de estrela; aquecimento gera ventos de 18 mil km/h

A cada três meses, uma mudança climática radical acontece de forma natural e espetacular em um planeta fora do sistema Solar: quando ele orbita próximo à sua estrela, fica 700°C mais quente em um intervalo de apenas seis horas. Leia mais sobre propostas de geoengenharia da TerraO planeta HD8606b é um gigante gasoso com um tamanho quatro vezes superior ao de Júpiter, o maior do Sistema Solar. Esse planeta orbita uma estrela situada a 200 anos-luz da Terra. Para dar uma volta completa em sua órbita excêntrica, demora 111 dias. E quando está mais perto de sua estrela, recebe uma radiação 825 vezes maior do que quando está no ponto mais longe dela.A descoberta desse súbito e extremo aumento de temperatura, feita por pesquisadores da Universidade da Califórnia e da Instituição Carnegie para a Ciência, nos Estados Unidos, está descrita em artigo publicado na edição mais recente da revista científica britânica Nature. OBSERVAÇÕESApós analisar informações proporcionadas pelo telescópio Spitzer da Nasa, a agência espacial norte-americana e medir a luz infravermelha irradiada pelo planeta, os cientistas puderam determinar que a temperatura do HD8606b aumentou de 527°C para 1.227°C em um intervalo de apenas seis horas. As medições foram realizadas quando o planeta passava por trás de sua estrela - momento conhecido como eclipse secundário. A equipe de pesquisadores explica que a camada superior da atmosfera desse planeta absorve e perde calor rapidamente. Os efeitos desse enorme aumento de temperatura poderiam ser descritos como uma explosão: à medida em que a atmosfera esquenta, ela se expande e produz ventos de até 18 mil quilômetros por hora. Essas tormentas acalmam-se à medida em que o planeta se afasta de seu sol. A próxima passagem do HD8606b perto de sua estrela deve ocorrer em 14 de fevereiro.