Pfizer paga indenização por teste ilegal de droga

NYT - O Estado de S.Paulo

A farmacêutica Pfizer irá indenizar o Estado de Kano, na Nigéria, após ser acusada de testar ilegalmente, em 1996, o medicamento Trovan, de combate à meningite. Não foi divulgado ainda oficialmente o valor do acordo, mas fala-se em US$ 75 milhões. A Pfizer é acusada de testar sem autorização do governo o medicamento experimental, em crianças, durante um surto de meningite na região. Morreram 11 pacientes. A empresa diz que a culpa foi da doença, não do remédio.