Para ONGs, visita de Ban foi um fiasco

Carlos Mendes, BELÉM - O Estado de S.Paulo

Secretário da ONU não conheceu comunidades, como previsto

A passagem pela Amazônia do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o sul-coreano Ban Ki-moon, foi, na avaliação de organizações ambientalistas e comunidades da região, um fiasco. Ele desembarcou em Belém, no Pará, anteontem, para, segundo sua assessoria, "acompanhar melhor o trabalho feito em prol do meio ambiente na Amazônia".Mas ele se limitou a encontros protocolares com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e com a governadora Ana Júlia Carepa (PT). A visita às comunidades da Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns e à vila balneária de Alter do Chão, em Santarém, quase mil quilômetros a oeste da capital, foi cancelada por "razões logísticas". "Preferiram mostrar a ele uma Amazônia maquiada", diz documento elaborado por ONGs.