Paciente coloca enxerto de osso após necrose

- O Estado de S.Paulo

7 meses foi o tempo que Gilberto da Silva, de 37 anos, ficou internado no Hospital da Restauração, no Recife, maior hospital de emergência do Nordeste. "Salvaram minha perna, mas perdi a panturrilha à toa", diz. Depois de um acidente de moto, ele teve fratura do fêmur, tíbia, joelho e tornozelo. Silva aguarda uma nova cirurgia que deve ajudá-lo a andar e recuperar a tíbia. Ele passou por um enxerto de osso, depois que a haste metálica colocada na perna provocou a necrose do membro