Origens do problema

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

O estrabismo pode ter diversas origens, e elas podem aparecer com mais freqüência de acordo com a idade com que a disfunção se manifesta. ´A causa mais comum é a congênita, ou seja, a pessoa nasce com o olho torto e não se pode precisar a causa´, diz o oftalmologista Jorge Mitre. Os casos de origem genética, por exemplo, são mais comuns nas crianças. Mas nem sempre um pai estrábico terá um filho estrábico. O problema pode pular algumas gerações. Entre os adultos, os traumas são responsáveis por maior parte dos problemas que surgem. Acidentes ou batidas na cabeça, por exemplo, podem desencadear o estrabismo, assim como diabetes, hipertireoidismo, afecções neurológicas, entre outras doenças. O estrabismo costuma causar cefaléia,torcicolo e piscar constante.