Órgãos na Argentina defendem herbicida

Efe - O Estado de S.Paulo

Dois órgãos da indústria agroquímica na Argentina defenderam o glifosato, herbicida usado na soja transgênica, o principal produto agrícola do país, após cientistas advertirem, com base em estudo com embriões de anfíbios, que o produto pode causar problemas neuronais, intestinais e cardíacos. O país utiliza cerca de 200 milhões de litros do herbicida por ano.