Obama promete 3% do PIB para a ciência

AFP e EFE - O Estado de S.Paulo

Em discurso na Academia Nacional de Ciências em Washington, o presidente dos EUA, Barack Obama, lembrou os avanços do país na exploração do espaço ao prometer mais de 3% do PIB para a ciência. Afirmou também que evitará que a ciência seja sacrificada em nome da ideologia. Obama ainda nomeou para o Conselho de Assessores da Presidência sobre Ciência e Tecnologia o mexicano Mario Molina, prêmio Nobel de Química em 1995.