Novo código exigirá desmate 0

João Domingos - O Estado de S.Paulo

Num debate realizado ontem no plenário do Senado pelo conjunto das 11 comissões existentes - fato inédito até agora -, ficou claro que ambientalistas e defensores do agronegócio não pretendem brigar.Os dois lados concordaram que não é preciso derrubar mais um metro de floresta. Existem cerca de 350 milhões de hectares disponíveis para a agricultura e a pecuária, mais do que suficiente para duplicar ou até triplicar a produção de alimentos.Governo, Congresso, ruralistas e defensores do meio ambiente preparam um projeto de novo Código Ambiental que procurará conciliar o agronegócio com a preservação das florestas, além de transferir para os Estados parte do direito de legislar sobre o tema. A intenção das partes é aprovar o novo Código Ambiental até o fim do ano, com exigência de desmatamento zero. Aos Estados e municípios caberá fazer as leis com os detalhes da preservação do ambiente. Com isso, a lei ambiental aprovada por Santa Catarina no início do mês poderá deixar de sofrer ataques por parte do Ministério Público e do Ministério do Meio Ambiente.