Nobel de Química pede mais investimentos

EFE - O Estado de S.Paulo

O pesquisador Roger David Kornberg, Prêmio Nobel de Química em 2006, afirmou ontem que a ciência está mais bem preparada para enfrentar uma pandemia de gripe, mesmo que os desdobramentos sejam mais severos, mas advertiu sobre a necessidade de que os governos disponham de mais fundos para a pesquisa. "A ciência moderna tem capacidade para enfrentar a gripe, tanto em meios para desenvolver vacinas como remédios para curar os infectados", disse o cientista em entrevista coletiva na Universidade de Santiago de Compostela, na Espanha. O pesquisador e professor da Universidade de Stanford, na Califórnia, comentou que "o que limita a aplicação do conhecimento sobre esse assunto é o respaldo, principalmente dos governos, à pesquisa básica". Kornberg disse que "a quantidade de fundos necessária é muito pequena" para poder desenvolver vacinas e remédios para evitar que a pandemia provoque uma catástrofe. Assim, assegurou que o investimento "é a chave para combater o vírus e todas as doenças". Kornberg acrescentou que "as limitações" para melhorar a saúde pública, não só para a pandemia de gripe influenza A(H1N1), mas para doenças como o câncer e a aids, passam pela insuficiência de fundos públicos.