Morte de modelo capixaba repercute fora do Brasil

Talita Figueiredo, Rio - O Estado de S.Paulo

A morte por infecção generalizada da modelo capixaba Mariana Bridi, de 20 anos, que teve pés e mãos amputados, repercutiu no exterior. Ontem, no site da TV americana CNN, a notícia era a segunda mais lida entre as internacionais. USA Today, Miami Herald, Newsweek, ABC, e The Daily Telegraph, da Austrália, também destacaram o caso da brasileira. A modelo foi contaminada pelas bactérias Staphylococcus e Pseudomonas aeruginosa. Essa última não faz parte do organismo, é bastante resistente a antibióticos e de difícil tratamento. Ontem, a prefeitura de Marechal Floriano, cidade natal da modelo, decretou luto oficial de três dias. O enterro, anteontem, foi acompanhado por mais de mil pessoas e o site feito em sua homenagem tinha ontem 210 mil acessos.