Morre o ator Pedro de Lara

Clarissa Thomé, RIO - O Estado de S.Paulo

Comediante, de 82 anos, sofria de câncer de próstata

O comediante Pedro de Lara morreu ontem, aos 82 anos. Ele estava em casa quando se sentiu mal e já chegou morto à Clínica Climede, em Vaz Lobo, na zona norte do Rio. Segundo parentes, o ator sofria de câncer de próstata e não quis fazer quimioterapia. Descobriu a doença há dois anos. "Ele ficou muito deprimido e não aceitou o tratamento", comentou a cunhada Luzia Gomes. Pedro de Lara mudou-se para o Rio por conta da doença. "Nos últimos tempos, ele já não falava com ninguém do mundo artístico, a não ser comigo. Mas, na quarta, eu telefonei e ele não quis falar", disse a atriz Elke Maravilha. Pedro Ferreira dos Santos nasceu em Bom Conselho (PE) e começou a carreira na década de 1960, na Rádio Rio de Janeiro. Em 1964, foi chamado para ser jurado de calouros no programa do Chacrinha, na TV Tupi. Lá conheceu Silvio Santos, com quem trabalhou também como jurado. Fez o personagem Salsi Fufu, parceiro de Papai Papudo e Vovó Mafalda no programa do Bozo, nos anos 80. Em 2003, apresentou o programa Calouros em Delírios, na CNT. "Aqui o povão tem chance. Aprendi a fazer assim com Chacrinha e Silvio Santos", disse. O corpo será velado na Câmara dos Vereadores. O enterro está previsto para as 15 horas, no Memorial do Carmo.