Ministro se contradiz sobre fiscalização

Fabíola Salvador - O Estado de S.Paulo

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, disse ontem, durante audiência pública na Câmara, que outras cooperativas também podem ter adicionado de forma irregular produtos químicos ao leite. "Temos que reconhecer que, ao invés de dois casos isolados talvez tivéssemos mais casos que não foram identificados", afirmou aos deputados da Comissão de Agricultura e de Defesa do Consumidor. Mais tarde, disse que falava "em tese". Segundo ele, o escândalo envolvendo duas cooperativas de leite de Minas, acusadas de adicionar soda cáustica e água oxigenada ao leite longa-vida, é "episódio isolado''''.