Michael temia morrer como Elvis

AFP - O Estado de S.Paulo

Um depoimento atribuído a Lisa Marie Presley, primeira mulher de Michael Jackson e filha de Elvis Presley, ganhou o mundo por sua página no site de relacionamentos My Space. Diz o texto: "Anos atrás, Michael e eu estávamos conversando sobre a vida e ele me questionou sobre as circunstâncias da morte de meu pai." Em dado momento, ele a fitou e disse: ?Eu tenho medo de acabar como ele?", relata o depoimento. Ela conta que tentou tirar a ideia da cabeça dele. "Catorze anos depois, eu estou sentada aqui, assistindo às notícias sobre uma ambulância deixando a garagem de sua casa (...) e me vem à memória aquela conversa", escreveu. Conta que os que o amavam queriam ajudá-lo, mas não sabiam como. "Nós nos preocupávamos que fosse acabar assim."O guia espiritual Deepak Chopra, amigo do cantor, disse que se preocupava com o abuso de medicamentos desde 2005, quando Michael Jackson passou uma temporada em sua casa, após a acusação de abuso de um menor. Chopra disse que conversou pela última vez sobre isso com o astro há seis meses, mas que frequentemente ele não o ouvia.