Menina de dez anos sai viva de confronto com jacaré

Redação - O Estado de S.Paulo

Juliana Ossa aplicou uma tática de como agir em situações como essa, ensinada pelos funcionários do parque

Animal que atacou a menina media por volta de 2,74 m

Animal que atacou a menina media por volta de 2,74 m Foto: Fabio Motta/ Estadão

Um encontro sinistro quase terminou em tragédia dentro do Gatorland, parque temático em Orlando, a 34 km do Disney World. A menina Juliana Ossa, de apenas dez anos, nadava às margens de um lago quando foi atacada por um jacaré. O animal media em torno de 2,74 m e mordeu a perna da menina.

O acidente aconteceu no último sábado, 6. Em entrevista a um jornal norte-americano, Juliana contou que “dava chutes para fazê-lo soltar a minha perna, mas ele resistia”.

Juliana se lembrou das lições que os funcionários do parque lhe ensinaram. Ela sabia que só havia um jeito de sair viva daquele confronto e, rapidamente, enfiou os dois dedos na narina do animal.

Essa técnica é recomendada pois o animal não consegue respirar pelo nariz e precisa abrir a boca para isso. A perna da menina, então, se soltou.

Um funcionário do parque disse que é “incrível uma criança de 10 anos ter o sangue-frio para fazer o que ela fez. Estamos muito orgulhosos”. Juliana precisou levar dez pontos após o acidente, mas passa bem.