Médico de SP trabalha 52 h por semana

Felipe Grandin e Ana Carolina Moreno - O Estado de S.Paulo

Os 3.030 médicos recém-formados que se inscreveram no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) em 2006 deparam-se hoje com uma realidade já bastante conhecida dos outros 32 mil médicos do Estado. A pesquisa O Trabalho do Médico no Estado de São Paulo, divulgada ontem pelo Cremesp, indica que a carga horária média de trabalho dos médicos paulistas é de 52 horas por semana, sendo que um terço dos profissionais - principalmente os mais jovens - trabalha mais de 60 horas semanais.Eles se revezam entre o consultório médico, unidades de saúde, hospitais privados, públicos e vinculados a universidades. Do total, 44% perdem de uma a duas horas diárias deslocando-se entre locais de trabalho. Mais de um terço chega a manter quatro empregos ao mesmo tempo, e apenas 18% vivem só de um vínculo empregatício.