Mamífero e réptil têm toxina semelhante

AP - O Estado de S.Paulo

Cientistas da Universidade Harvard descobriram que um mamífero (a Blarina brevicauda) e um réptil (o monstro-de-gila) possuem na saliva toxinas quase idênticas para matar presas. Segundo apresentação em reunião da Sociedade de Biologia Molecular e Evolução, nos Estados Unidos, é um raro exemplo de "evolução convergente".