Mais uma escola cancela aulas em São Paulo

Filipe Serrano - O Estado de S.Paulo

Colégio Magno teve dois alunos infectados pelo vírus na Argentina

O Colégio Magno, na zona sul de São Paulo, decidiu ontem adiantar as férias escolares em uma de suas unidades após confirmar que dois alunos contraíram o vírus da gripe suína. É a segunda escola da capital a tomar essa decisão - na sexta-feira, o Pueri Domus, também com dois alunos doentes, adotou a mesma medida preventiva. Os dois garotos, do 5º e do 9º ano da Unidade Sócrates, no Jardim Marajoara, são irmãos e voltaram de uma viagem à Argentina no feriado de Corpus Christi. Eles tiveram febre, mas já se sentem bem e se recuperam em casa,segundo a diretora do Magno, Myriam Tricate. O mais novo foi o primeiro a se sentir gripado e, no sábado, houve a confirmação da infecção pelo vírus A(H1N1). O jovem esteve no colégio apenas na terça-feira. Já o irmão do 9º ano apresentou os sintomas depois e frequentou as aulas durante três dias. Ontem foi confirmado que ele também tinha o vírus. Ainda segundo a diretora, o Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) acompanhou os dois casos e levantou os nomes dos alunos que frequentam as salas dos meninos gripados para também monitorá-los. Myriam conta que o CVE sugeriu a suspensão das aulas apenas nas classes dos meninos, mas o colégio preferiu adiantar as férias - que começariam na próxima semana - em toda a unidade, que tem cerca de mil alunos. A festa junina, programada para ontem, foi cancelada. "Achamos mais prudente suspender as aulas em todo o colégio para os pais se sentirem mais confortáveis", afirma. Nem ela nem o Ministério da Saúde souberam dizer se os meninos estão entre os 84 novos casos confirmados neste fim de semana no País. A escola optou por não divulgar os nomes nem as idades dos alunos.