Má higiene pode levar à infecção

- O Estado de S.Paulo

Para escolher uma clínica de estética, o cliente deve levar em conta vários fatores e não acreditar em promessas de resultados milagrosos.A dermatologista Jozian Quental Mendes alerta que os riscos de infecção são grandes se os cuidados básicos com higiene não forem tomados durante os procedimentos. "Se o aparelho não for esterilizado e o paciente tiver alguma ferida na pele ou apenas foliculite (pelo encravado), poderá ocorrer infecção", explica a dermatologista.Outro cuidado deve ser tomado nos aparelhos que usam feixes de raio laser. "Se não for bem usado, ele pode provocar queimaduras graves, de até terceiro grau, deixando bolhas ou cicatrizes profundas", diz a especialista, que recomenda a escolha de clínicas onde haja um médico responsável.Abdo Salomão Junior, dermatologista e dono de clínica de estética, cita o risco de utilizar produtos com prazo de validade vencido ou com procedência duvidosa. "Substâncias assim podem provocar manchas, problemas renais, hepáticos e até cardíacos", diz o dermatologista.Para se ter uma ideia tipo de cuidado que as clínicas devem ter, o especialista cita a sala onde são realizados os procedimentos que utilizam lazer. Esse local precisa ter ar-condicionado, no máximo uma janela e deve ser pintada com tinta esmalte, cuja limpeza é mais fácil.Além de ficarem atentos aos cuidados de higiene, às instalações e aos produtos que serão utilizados, os interessados em realizar procedimentos estéticos não devem acreditar em promessas de resultados milagrosos, muito comuns nessa área. "O melhor a fazer é procurar os métodos consagrados e que não prometam resultados surpreendentes", diz Salomão Junior.