Lula diz que cidadão tem de combater dengue e o ''acasalamento mosquitório''

Tânia Monteiro - O Estado de S.Paulo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem que o combate a dengue não é responsabilidade dos governantes, mas sim, de cada cidadão. Lula afirmou, provocando risos na platéia em Salvador, que cada um tem de "cuidar do seu quintal" evitando que ali se forme "uma poça d''água, à espera de um casal que faça seu acasalamento ?mosquitório? e gere um mosquitinho para picar uma pessoa".Na opinião de Lula "as pessoas ficam achando que é o presidente da República que vai ter de comer os mosquitos da dengue; aí, acham que é o governador ou que é o prefeito". Para Lula, a questão da dengue é "de cada cidadão". O presidente condenou uma prática que, segundo ele, é comum no País, de uma pessoa sempre achar que é o outro que tem que resolver os problemas que aparecem e disse que isso não pode acontecer em relação à dengue. PERNAMBUCOA Secretaria Estadual da Saúde de Pernambuco confirmou ontem outras três mortes por dengue hemorrágica, elevando para dez o número de vítimas fatais no Estado neste ano. As últimas mortes ocorreram em Jaboatão dos Guararapes, no Recife e em Pesqueira. Outros três falecimentos estão sendo investigados em Garanhuns, Olinda e Gameleira.Segundo a secretaria, em todo o Estado foram notificados 15.325 casos de dengue este ano. Desses, 1.284 foram confirmados.