Kits de teste não chegaram

Lígia Formenti - O Estado de S.Paulo

Os kits de testes de diagnóstico da nova gripe A(H1N1) ainda não chegaram ao Brasil. O Ministério da Saúde informou ontem não ter um prazo para a disponibilização da tecnologia. Laboratórios de referência, no entanto, já esperam poder confirmar ou descartar casos suspeitos ainda nesta semana. Ontem foi confirmado o primeiro caso da doença na América do Sul, na Colômbia, que utilizou laboratórios dos EUA para a confirmação. O Brasil, que tem 15 casos suspeitos, no entanto aguarda kits enviados pela Organização Pan-Americana de Saúde e também já encomendou a fabricação de reagentes à indústria. A Opas informou que, enquanto os kits não chegam, países se valem de outros métodos para descartar ou acompanhar de perto os pacientes. Além do exame clínico, são realizados testes para verificar a contaminação por outros tipos de vírus. A triagem na lista é feita por exclusão: se o exame for positivo para um tipo conhecido de vírus da influenza, descarta-se a possibilidade de ser o H1N1. Jarbas Barbosa, da Opas, diz que essa metodologia não deve ser abandonada nem mesmo quando os testes chegarem. "O ideal é que seja usado com critério."