Já é inverno na passarela

Virna Wulkan - O Estado de S.Paulo

Estilistas antecipam alguns dos desfiles mais esperados da São Paulo Fashion Week, que começa hoje

  A 26ª edição da São Paulo Fashion Week terá 40 desfiles em 6 dias de apresentações no prédio da Bienal. Desta vez, o mote são os "brasileirismos", isto é, os elementos que são referências nacionais, como futebol, carnaval, caipirinha, Ipanema, Caetano Veloso, Carmem Miranda e, é claro (quando se trata de moda), Gisele Bündchen. Conversamos com os responsáveis por quatro grifes renomadas - e de diferentes perfis no cenário da moda - para saber o que trarão de novidades.IÓDICE POR VALDEMAR IÓDICE Qual é o tema da coleção? Por que foi escolhido?Esta coleção nasceu de uma profunda reflexão sobre o nosso tempo. Vivemos um momento obscuro, de incertezas. Ao rever o filme Blade Runner, essa sensação foi reforçada e, ao mesmo tempo, o figurino - roupas de modelagens precisas, com viés dos anos 80 - me pareceu ser o que a mulher de hoje está procurando. Quais são os elementos que remetem ao tema escolhido?Utilizei tecidos naturais, como a seda, a lã e o chamois. Faço uso de bordados, decompondo formas geométricas e desenhos gráficos, e de materiais como metais e cristais. As formas e cortes são retos, com ombros estruturados e uma forte presença de alfaiataria. A única estampa da coleção remete a uma cena do filme. As cores, é claro, são escuras: o preto predomina, temos o fúcsia e o off-white para balancear.O que o desfile vai trazer de novidade?Há alguns anos, venho apostando mais na exibição do produto do que no show em si. Por isso, a passarela é simples. Teremos um clima mais sombrio e dark, como no filme, com névoa e efeitos de luz. Qual é a mensagem que a grife pretende passar para o público? Pretendemos passar o espírito da grife, que faz roupas para mulheres femininas, sensuais, glamourosas. A coleção é contemporânea e sustentável, olhando para o futuro.O que você espera de 2009 no cenário da moda, do Brasil e do mundo? Que essa crise não nos prejudique.NEON POR DUDU BERTHOLINI E RITA COMPARATOQual é o tema da coleção? Por que foi escolhido?O tema é festa. Todas as estampas são inspiradas em bailes, discotecas, músicas, drinques. A coleção hoje é dividida em três linhas: a Rubi, focada em vestidos de festa; a Baton, de moda praia, e a Neon, de prêt-à-porter feminino. Daremos mais ênfase à Rubi. Mostraremos peças mais chiques, glamourosas e sofisticadas, o que acreditamos que vai ser uma surpresa para o público da marca.Quais são os elementos que remetem ao tema escolhido?Muitas estampas supercoloridas, que são o DNA da grife, mas, desta vez, em vestidos mais estruturados no corpo e de silhueta seca (rente ao corpo). As peças têm muito brilho e dourado. Costumamos mostrar roupas lúdicas, com senso de humor, mas nesta coleção vamos apresentar também um contraponto a essa estética. Quanto aos acessórios, não podemos revelar nada, pois serão a grande surpresa do desfile.O que o desfile vai trazer de novidade? Os desfiles da Neon são sempre performáticos e teatrais, e desta vez não será diferente. Como seremos os últimos, pretendemos fechar o evento com uma grande festa, uma celebração da moda.Qual é a mensagem que a grife pretende passar para o público? Quando começamos a pensar a coleção, refletimos sobre o momento que o mundo está vivendo, tempos difíceis. Mas descobrimos que o que move a Neon é um desejo maior, e mesmo numa hora de crise, e talvez por causa dela, decidimos que a coleção transmitiria a nossa alegria, nossa joie de vivre. Por isso, optamos por fazer não apenas um desfile, mas uma festa.O que você espera de 2009 no cenário da moda, do Brasil e do mundo? Estabilidade e progresso econômico para que o mercado possa continuar se desenvolvendo. TRITON POR KAREN FUKE, ESTILISTA-CHEFE DA GRIFEQual é o tema da coleção? Por que foi escolhido?Sempre tive uma admiração pelo Reino Unido, sua história, sua cultura e comportamento. Por isso, essa coleção chama-se "Royal Maniac", em homenagem à mistura entre a austeridade da monarquia e a rebeldia jovem dos ingleses. Como influências contraditórias convivem bem juntas! Além disso, têm um cenário musical interessante, principalmente das bandas dos anos 70 e 80, que trouxeram a estética punk, dark e gótica para o cenário pop.Quais são os elementos que remetem ao tema escolhido? São muitos, como as coroas, os brasões, o desenho da bandeira inglesa, o xadrez. Na parte de estamparia, os desenhos reproduzem os papéis de parede dos palácios, os jardins reais, os cavaleiros e os animais de caça. As bijus são inspiradas nas joias da rainha. Também temos peças como a jaqueta perfecto (de couro, transpassada na frente e com zíper, uniforme dos punks dos anos 80), e casacos com botões grandes e relevos, inspirados nos usados pelos soldados ingleses, entre outras referências. As cores principais são preto, vermelho, marinho e branco.O que o desfile vai trazer de novidade?Não faremos nada muito diferente, mas não quero estragar a surpresa. Posso adiantar que o cenário terá uma grande moldura no estilo inglês. Qual é a mensagem que a grife pretende passar para o público? Individualidade, atitude e glamour são as características que acredito serem importantes para a cliente da marca.O que você espera de 2009 no cenário da moda, do Brasil e do mundo? Espero que a moda seja mais transgressora, mais política, mais artística, sem perder a qualidade e o glamour. E, principalmente, que o consumidor acredite na sua própria personalidade, sem preconceito.ELLUS POR ADRIANA BOZON, DIRETORA DE CRIAÇÃO DA GRIFEQual é o tema da coleção? Por que foi escolhido?O nome da coleção é Hardworker (a tradução seria algo como "trabalhador braçal"). A Ellus revisita a história do jeans e, portanto, sua própria história, com uma coleção inspirada no universo dos trabalhadores de atividades pesadas, entre eles, os mineradores - os primeiros a usarem uma calça jeans - e os operários de fábricas. Todos os looks desfilados terão como base o jeans.Quais são os elementos que remetem ao tema escolhido?Fizemos releituras de peças originais, usadas por esses trabalhadores, com uma estética atual. Um exemplo é uma galocha industrial, que foi transformada numa bota moderna. Também temos muitas peças com modelagens soltas, como macacões, jardineiras, camisetões e calças largas no corpo. Assim como camisas (com forte uso do xadrez) e jaquetas (destaque para os modelos em couro). Portanto, a mulher vai pegar emprestados clássicos da vestimenta masculina para o seu guarda-roupa.O que o desfile vai trazer de novidade? A modelo inglesa Agyness Deyn (atual queridinha dos modernos da moda, e uma das únicas celebridades internacionais a confirmar presença no evento) desfilará para a grife. A passarela terá uma projeção interativa.Qual é a mensagem que a grife pretende passar para o público?A de afirmar que a Ellus é, e sempre será, uma marca de atitude jeanswear.O que você espera de 2009 no cenário da moda, do Brasil e do mundo? O cenário da moda tende a se profissionalizar cada vez mais. O Brasil, sendo um mercado emergente, será o terreno perfeito para novos negócios e oportunidades.