Igreja pretende impedir acesso a processos

AP - O Estado de S.Paulo

Nos EUA, uma diocese pediu à Suprema Corte do Estado de Connecticut que voltasse atrás na decisão de tornar públicos documentos que detalham acusações de abuso sexual por membros do clero. A decisão, tomada em maio, revelaria o conteúdo de 12,6 mil páginas de 23 processos contra 6 padres que está bloqueado desde 2001, após a diocese ter feito acordo para encerrar as ações.