Hospital nega erro em lipoaspiração

- O Estado de S.Paulo

O Hospital e Maternidade Master Clin, em São Mateus, zona leste de São Paulo, descartou que um erro médico tenha provocado a morte de Regiane Aparecida Lopes Bauer, 27 anos, durante uma lipoaspiração na manhã de sábado. "A menina não tinha problemas de saúde e realizou todos os exames pré-operatórios. Mas não existe cirurgia sem risco", disse um porta-voz. Este é o segundo óbito ocorrido na Master Clin. O primeiro, há cerca de cinco anos, também aconteceu durante uma lipoaspiração.