Hidratar para pular

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

Os especialistas são unânimes: quando o assunto é preparação para o Carnaval, o corpo precisa de reserva de energia e hidratação. Não é para menos: nessa época, a combinação de calor forte, bebidas alcoólicas em excesso, alimentação inadequada e muita farra, com direito a noites mal dormidas, pode acabar com o feriadão.?Alguns dias antes da festa, o ideal é consumir uma quantidade maior de gorduras que ficarão estocadas no organismo?, afirma Paulo Masano, médico da Associação Brasileira de Nutrologia.Mas não vá pensando numa picanha suculenta ou nas douradas batatas fritas. ?Azeites, amêndoas, castanhas e amendoins são bastante recomendáveis?, ensina.?Assim que o Carnaval chegar, aumente o consumo de carboidratos para dar mais pique. Uma sugestão é andar com uma barra de cereal na bolsa?, explica Paulo Masano.O médico faz um alerta aos neuróticos pelo visual sarado: Quem faz a dieta da proteína tem que dar um tempo durante a festa, pois arroz e feijão não podem ser esquecidos. Devem ser combinados com carnes magras, verduras e legumes?. Uma dica de ouro da nutróloga e dermatologista Daniela Hueb para o antes e o durante é evitar doces e tentar abolir o sal. ?Ele causa retenção hídrica e dá uma desagradável sensação de inchaço?, reitera.Em qualquer circunstância , beber líquidos é fundamental. Água, água de côco, sucos naturais, chás e isotônicos podem ser apreciados sem moderação. ?Sucos são ricos em nutrientes. Sugiro uma combinação de laranja, açaí, guaraná, beterraba, farinha de arroz, gergelim, farinha de soja e mel a gosto. É só bater no liquidificador. É altamente energético e saboroso?, revela a médica.Preparativos para viagemOs que curtem o Carnaval longe de São Paulo precisam ficar atentos a alguns detalhes, de acordo com o biomédico e especialista em higiene dos alimentos, Roberto Figueiredo, o Dr. Bactéria, do Fantástico.Ele alerta que, antes de alugar uma casa de praia ou sítio, é fundamental certificar-se de que o local esteja limpo.?Uma simples caixa d?água pode estragar a festa.?Outra sugestão é instalar-se próximo a padarias, farmácias e mercearias. ?Não recomendo que se compre grande quantidades de queijos e frios para quatro dias. Podem estragar rápido. Melhor é consumir tudo fresco?, diz.Para turma mais empolgada e que ficará praticamente nas ruas durante a festa, atenção redobrada com a procedência da água e alimentos comprados em barracas.?Se você não sabe de onde veio a água prefira até mesmo um refrigerante e dê um nó no canudo após o uso. Não se pode confiar na sorte.?De olho no lanche: ?Milho verde tem que estar imerso na água, que precisa soltar vapor. O mesmo vale para a salsicha do cachorro quente?, ensina. Maionese caseira, purê, vinagrete e a farofa do churrasco devem ser ignorados e, na opinião do Dr. Bactéria, pessoas sensíveis a temperos fortes, como o azeite de dendê, não deveriam se empolgar, sob pena de sentir uma dor de barriga daquelas.O que comer no primeiro dia1) Café da manhã: 1 fruta, 1 iogurte ou copo de leite, 1 fatia de peito de peru, 1 fatia de pão integral 2) Lanche 1: 1 fruta 3) Almoço: 1 prato de salada temperada com limão e azeite, 3 colheres de sopa de arroz integral, 1 filé de peixe ou frango sem pele, 1 fruta 4) Lanche 2: 1 barra de cereal 5) Jantar: 2 conchas de sopa de legumesDicas- Mantenha-se hidratado - Prefira frutas e verduras ricas em vitamina C, que são antioxidantes e auxiliam o fígado e a pele - Evite jejuns prolongados Carregue sempre uma barra de cereais na bolsa - Prefira alimentos frescos - Dê preferência a refeições leves, de fácil digestão - Se beber, não se esqueça dos petiscos - Cuidado com a higiene, principalmente de alimentos vendidos na rua - Evite frituras e temperos fortes como azeite de dendê