Gripe aviária mata mais dois no Egito

Reuters - O Estado de S.Paulo

Duas mulheres morreram na segunda-feira, no Egito, contaminadas pelo vírus H5N1, da gripe aviária. Em uma semana, a doença matou quatro pessoas no país. Segundo o Ministério de Saúde egípcio, os casos envolveram contato com aves infectadas. Em Bangladesh, 20 mil galinhas foram sacrificadas após o H5N1 ter sido detectado em uma fazenda na capital, Daca.