Greve no DF atinge parte das escolas

- O Estado de S.Paulo

A Secretaria da Educação do Distrito Federal informou ontem que no primeiro dia de paralisação dos professores da rede pública de ensino 58,2% das 622 escolas suspenderam parcialmente as atividades e 5,31% não funcionaram. Para o sindicato, a paralisação foi geral.Nos últimos dias, governo e sindicato travaram uma disputa de propaganda. O governo acusava o sindicato de "intransigência" e de exigir aumento salarial acima da inflação; a categoria alega que o governo descumpre acordo. A Justiça negou liminar que pedia ilegalidade da greve, mas exige que os professores não impeçam os alunos de entrar na aula.