Governo planejava anúncio em cadeia de TV

BRASÍLIA - O Estado de S.Paulo

O governo cogitou veicular um pronunciamento em rede nacional de televisão do ministro José Gomes Temporão para comunicar a confirmação de quatro casos de gripe suína no País. A estratégia, delineada no plano de contingência da gripe, havia sido discutida e reforçada em uma reunião realizada no último fim de semana. Mas teve de ser deixada de lado, diante do horário em que a confirmação dos casos foi apresentada ao ministério: no fim da tarde de anteontem. Não haveria tempo suficiente para preparar, gravar e veicular o comunicado do ministro. A saída foi convocar uma entrevista que, na avaliação do governo, foi bem-sucedida: o ministro conseguiu transmitir calma e a mensagem de que a situação estaria controlada. Para o grupo, não há mais necessidade, por ora, de se fazer um pronunciamento em rede. A tática somente será adotada caso haja uma mudança significativa no panorama. Agora que pelo menos um caso foi confirmado, a política será de reforçar a exibição de peças de propaganda no rádio, TV e jornais de grande circulação do País. O objetivo é esclarecer a população sobre sintomas da doença e, o principal, evitar um clima de histeria, como corrida às farmácias.