Genes apontam predisposição

AFP E AP - O Estado de S.Paulo

Descoberta variação genética que aumenta risco

Pesquisadores americanos e suecos deram um passo importante na tentativa de desvendar as causas do câncer de próstata. Eles descobriram variações genéticas que aumentam fortemente a predisposição hereditária a esse tipo de câncer, segundo estudos publicados no New England Journal of Medicine. Os médicos envolvidos na pesquisa identificaram 16 variações genéticas em cinco regiões dos cromossomos 8 e 17 que eram mais freqüentes entre homens que sofreram de câncer de próstata, quando comprado com aqueles que não tiveram esse tipo de tumor.Os pesquisadores analisaram amostras de sangue de 2.893 pacientes com câncer de próstata, e de 1.781 homens sem a doença na Suécia.Com os estudo, determinaram que essas variações genéticas poderiam ser responsáveis por quase a metade dos casos desse tipo de câncer no grupo analisado.Os especialistas determinaram também que quanto mais variações havia mais aumentava o risco de desenvolver a doença. Os homens com quatro ou cinco dessas variações genéticas tinham quase 4,5 vezes mais riscos de desenvolver câncer de próstata.Se esses homens, além dessas variações genéticas, também tivessem uma quantidade significativa de membros da sua família (pai, tio ou avós) afetados pelo câncer de próstata, seu risco de sofrer da doença se multiplicava por 9,5, quando comparados com aqueles que não tinham histórico familiar da doença, segundo os autores do estudo.Os pesquisadores reforçaram, no entanto, que as variações genéticas identificadas não permitem prever a taxa de progressão do tumor."Isso nos permite uma nova maneira de ver os fatores de risco genético", afirmou Teri Manolio, do Instituto de Investigação Nacional do Genoma Humano, órgão federal americano responsável pelo trabalho.A descoberta permitirá saber, apenas com os resultados de um exame de sangue, quem tem ou não predisposição para desenvolver a doença. Uma vez diagnosticados, esses homens poderão receber medicamentos que bloqueiem alguns hormônios envolvidos no desenvolvimento do tumor antes mesmo que ele se manifeste.