Fuvest já começou a correção da 2ª fase

Renata Cafardo - O Estado de S.Paulo

A segunda fase da Fuvest terminou ontem com a prova de matemática, realizada por 15.341 candidatos. O índice de abstenção foi de 6,6%, semelhante ao de 2007 e também próximo do que foi registrado em todos os dias dessa última etapa. Segundo a Fuvest, a correção das provas já começou. É a avaliação de 250 profissionais que vai determinar os 10.302 aprovados (10.202 na Universidade de São Paulo e 100 na Faculdade Santa Casa). A lista com os convocados sairá em 7 de fevereiro.Para o professor de matemática do Cursinho da Poli Eduardo Izidoro Costa, a prova foi tranqüila e com temas bem distribuídos. Ele acredita que as questões estavam mais fáceis do que no ano passado. "O nível foi adequado para o aluno que estudou."O professor do Curso Objetivo Guiuseppe Nobilioni lembrou ainda que a prova teve enunciados curtos e claros. Para ele, a questão mais difícil foi a que envolveu probabilidade, ao mencionar um jogo de dados. Outras questões também apresentaram situações problema - a última do exame tinha um cubo dentro de um copo e o aluno deveria notar um triângulo equilátero para fazer os cálculos. "Se juntarmos as provas da primeira e da segunda fases, pode-se dizer que tudo de matemática foi perguntado", diz.Hoje, haverá ainda provas específicas para os candidatos aos cursos de Arquitetura no câmpus da USP em São Carlos. O exame começa às 8 horas. O aluno precisa levar material de desenho para tratamento em preto e branco e em cores (grafite, nanquim, aquarela, guache, lápis de cera).No domingo, começa a segunda fase do vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). As provas vão até quarta-feira e serão realizadas em 22 cidades por 14.428 candidatos. O primeiro exame será de português e biologia.