Fred Astaire dos escarpins

Vera Fiori - O Estado de S.Paulo

Para o instrutor de passarela Namie Wihby, o salto alto é fetiche puro e um símbolo máximo de feminilidade

.

A personagem Norminha, interpretada pela atriz Dira Paes, arrasou na última novela da TV Globo, Caminho das Índias. Com saia lápis, seios insinuados por decotes generosos e salto agulha, ela dava um baile com seu rebolado sexy. Agora é a vez de Tais Araújo mostrar o seu andar com o profissionalismo de uma modelo, seu novo papel na telinha. Para tanto, teve aulas com o instrutor de passarela Namie Wihby, que, além de uma parceria com a agência BRM Models, integra o elenco do reality show Brazil’s Next Top Model, exibido pela Sony Entertainment Television.

 

A ideia de que andar nas alturas é algo inato à natureza feminina não é muito verdadeira, especialmente entre a nova geração de garotas adeptas dos tênis e rasteirinhas. Mas é difícil ouvir de um homem argumentos contrários ao salto, o que, para muitas, justifica o sacrifício de aguentar bolhas e calos com cara de paisagem: "É uma poderosa arma de sedução. Além de alongar a silhueta e passar autoconfiança, os seios se projetam, o traseiro é empinado e, o mais importante, os homens adoram", fala Namie, conhecido no meio fashion como "o melhor do salto alto".

 

As mais desajeitadas (e não são poucas) devem ficar roxas de inveja ao vê-lo deslizar na passarela com escarpins de bico fino e salto 10, técnica que domina desde os tempos em que, adolescente, brincava de andar no meio fio da calçada sem olhar para baixo. No site pessoal (www.namiewihby.com), há uma pequena amostra do seu trabalho em vídeo.

 

Tudo começou em sua terra natal, Maringá, no Paraná. "Aos 9 anos, estudava balé escondido dos meus pais." Foi professor de jazz e, aos 17 anos, ficou conhecido na região paranaense por dançar nos desfiles. "Formei um grupo de modelos e nos apresentávamos em desfiles no Paraná e Mato Grosso", conta ele, lembrando que a marca dos anos 80 foram os desfiles shows.

 

No final da década, Namie abriu uma escola profissionalizante de modelos em Maringá. "Em 98, um amigo me convidou para vir a São Paulo e fui trabalhar na Elite Models, já ministrando aulas de como andar sobre saltos." Algum tempo depois, passou a trabalhar como scouter, entrevistando e orientando as candidatas a modelo. Em 2002, abriu uma agência com uma sócia e, durante os cinco anos de funcionamento, cerca de 2 mil pessoas passaram pelo mestre dos escarpins, como as modelos Raica Oliveira e Isabel Goulart, uma das angels da marca de lingerie Victoria’s Secret.

 

E para quem acha que é só sair andando de qualquer jeito, se sentindo uma rebolante Gisele Bündchen (a propósito, a passada da top entre um pé e outro é de 1 metro), ele dá algumas dicas: "Para subir e descer escadas com classe, pise com a ponta e a planta dos pés, use o calcanhar apenas para amortecer. Jamais ande com as pontas dos pés abertas, tipo 10 para as 3, ou com os joelhos flexionados. Movimente os dois braços simultaneamente ao caminhar."

 

Destaque na mídia nacional e estrangeira, Namie passou a ser requisitado por mulheres de várias idades, e abriu um curso para turmas de, no máximo, 20 alunas, com aulas de duas horas de duração nos fins de semana. Informações pelo tel.: 3842-8494.