Feng shui: a hora da faxina

Eduardo Diório, do Jornal da Tarde - O Estado de S.Paulo

A chegada do ano novo é a oportunidade ideal para liberar a energia negativa que circula pela casa e encher os ambientes de bons fluidos

Depois de pular as sete ondas, comer lentilhas e amarrar fitinhas no pulso, é hora de esquecer a euforia dos primeiros dias do ano e fazer uma avaliação importante: como anda a energia da sua casa? Mesmo sem poderes sobrenaturais para responder à pergunta, especialistas do feng shui - uma técnica chinesa voltada para o equilíbrio energético dos ambientes - são capazes de avaliar quais são os pontos que precisam receber reforços de vibrações positivas. O melhor momento para realizar a faxina energética no lar é justamente agora, no começo do ano."O ano novo sempre representa a esperança, o início, onde projetamos principalmente nossos objetivos e desejos e, sem dúvida, o feng shui é muito importante nesta época. Por isso, o ideal é começar com a limpeza material, doando o que não serve mais e consertando o que está quebrado", ensina o arquiteto e especialista em feng shui, Sérgio Carillo. Ele garante ainda que ter flores naturais dentro de casa renova a energia e "estimula o verdadeiro sentido da técnica chinesa, que é a doação e o movimento".De acordo com o professor, consultor e presidente da Sociedade Feng Shui, mestre I Ming, a prática é uma atividade milenar que busca ao mesmo tempo o bem-estar (yin) e a boa sorte (yang). "A filosofia básica é o yin e o yang, que funciona por meio da combinação dos cinco elementos (água, madeira, fogo, terra e metal)", explica. Esses elementos são poderosas ferramentas de harmonização porque ao interagirem podem proporcionar boa ou má energia."Para os primeiros dias de 2008, o ideal é fazer uma limpeza no imóvel, retirar tudo o que não serve mais e limpar os papéis", avisa Sandra Siciliano, decoradora e terapeuta ambiental com especialização em feng shui. Na sala, por exemplo, depois de ter jogado fora o que estava sem uso, a profissional recomenda espalhar flores de todos os tipos. Já na cozinha, uma deliciosa cesta de frutas deve ficar exposta e, no banheiro, um vaso de plantas. No corredor, segundo Sandra, cai bem pendurar um cristal no teto. "Também podemos escrever nossas intenções para 2008 e colocar embaixo do colchão", diz. Há dois anos, a gerente de hotel Marli Camargo, 32 anos, resolveu seguir a dica de uma amiga e aplicou a técnica de feng shui na sua antiga casa. "Não me sentia bem naquele lugar e queria mudar aquela energia, pois parecia que me bloqueava." Meses depois, após sentir que a vida dela parecia ter tomado um rumo, a gerente se deu por convencida: o feng shui destravou algo que estava emperrando a sua evolução pessoal e profissional. "Hoje não moro mais naquela casa e vivo no hotel em que trabalho, que é a coisa mais linda do mundo e tudo o que pedi a Deus", conta. Marli diz que ainda não convenceu o patrão do ‘poder’ da prática, mas acredita que um dia ele também se renderá. "Não vejo motivos para uma pessoa ser tão cética quanto a isso. É um tema que não é ligado a uma religião. É técnica pura."Segundo Carillo, depois das mudanças e da faxina, não há um tempo estipulado para que os resultados comecem a surgir. O que vale é a intenção da pessoa que as realiza. "Objetos de decoração e símbolos da sorte são usados para estimular o nosso subconsciente e, por isso, não existe um tempo certo para se obter os resultados. Logo após o feng shui é possível sentir um bem-estar imediato e uma energia muito mais leve e positiva no local. Aos poucos, ela gera um fluxo de energia positiva para os usuários do ambiente", garante.A princípio, as dicas que os especialistas revelaram para a reportagem da Revista JT servem para qualquer tipo de imóvel, independentemente do tamanho, da região ou do número de pessoas que moram nele. O que mais chama a atenção na técnica é que ela faz uso de uma ‘bússola’, popularmente conhecida por ba-guá (leia box sobre o mapa) . Segundo os estudiosos, o bá-gua, que deve ser usado sobre a planta da casa, pode identificar exatamente qual é o elemento que está desequilibrando a casa analisada. "Ele é um equipamento de análise fundamental, pois nos ajuda a descobrir o que falta nas áreas da casa", diz Sandra. O norte do ba-guá deve coincidir com o norte da residência. Caso seja muito complicado manusear o mapa, há centenas de especialistas qualificados para realizar a tarefa. "Uma consulta de 3h de trabalho, em São Paulo, para um apartamento de até três dormitórios sai por R$ 350. Isso já é o suficiente, porque depois de transformada ela não volta mais ao estado crítico", conta o mestre I Ming.Pequenas mudanças, bons resultadosSalaPosicione os sofás de uma forma que quando estiver sentada, tenha sempre visão de quem entra no local. Ter uma pequena fonte próxima a entrada transforma a energia do local e atrai energia positiva. Evite fotos de pessoas falecidas na sala.CozinhaTenha sempre símbolos de fartura neste ambiente. Cole um pequeno espelho atrás do fogão de forma que reflita as chamas. Isso gera mais sucesso para o local.Não tenha lixo próximo ao fogão.QuartoEvite espelhos refletindo a cama e não a posicione com a cabeceira encostada nas paredes que passem encanamentos. Ajeite a cama de forma que quando estiver deitada, veja quem entra no ambiente. Fotos dos moradores são perfeitas no local.BanheiroMantenha sempre fechada a porta, a tampa do vaso sanitário e o ralo. Isso neutraliza a entrada da energia negativa. Para estimular a boa energia, coloque uma pedra pirita e acessórios que lembrem o mar, pois simboliza movimento e estimulam o fluxo da energia.CorredorO local deve ser sempre bem iluminado, ter quadros com motivos de flores e cores claras nas paredes, como o marfim ou o amarelo claro.JardimAlgumas plantas são muito bem-vindas no jardim, como as bromélias, que estimulam o sucesso. Na parte externa da casa, plantas com formas arredondadas são ideais para estimular o fluxo da energia, como as azaléias e o buxinho.O que é?Segundo o especialista em feng shui Sérgio Carillo, o ba-guá é um mapa chinês em forma de octágono que reflete as principais áreas da nossa vida: trabalho, espiritualidade, família, prosperidade, sucesso, relacionamento, criatividade, amigos e saúde. O ba-guá é aplicado na planta da casa com a intenção de mapear as áreas da vida (os guás) trabalhadas pelo feng shui, ativadas com seus elementos e cores correspondentes. Você pode desenhá-lo ou imprimi-lo em diversos sites. Para aplicar o ba-guá, alinhe a área do trabalho com a parede da porta principal dos ambientes e invista nos elementos sugeridos na figura acima.