Feira de adoção reúne cães com deficiência no Shopping Frei Caneca

Sofia Hermoso - Especial para o Estadão

Em parceria com o Projeto Cãodeirante, segunda edição do evento ocorre neste sábado, 30 de abril

Gin é um dos cachorros paraplégicos do Projeto Cãodeirante.

Gin é um dos cachorros paraplégicos do Projeto Cãodeirante. Foto: Projeto Cãodeirante

O Shopping Frei Caneca e o Projeto Cãodeirante promovem a segunda edição da feira de adoção de cães com deficiência neste sábado, 30 de abril, na entrada principal do shopping. O objetivo é incentivar o acolhimento de animais que não costumam ser a primeira escolha das famílias e mostrar que eles precisam de oportunidade para ter uma vida digna.

"Todo o evento foi planejado com muito carinho junto com o projeto. Na primeira edição, que aconteceu em fevereiro, conseguimos dar voz a essa causa com um sucesso de público e visitantes. Esse evento busca não só dar oportunidade de um lar para esses animais, como também espalhar informações e quebrar preconceitos", comenta Eliane Oliveira, coordenadora de marketing do Shopping Frei Caneca.

Para levar um novo melhor amigo para casa é necessário ter mais de 21 anos e apresentar RG, CPF e comprovante de residência. Além disso, os interessados passam por uma entrevista no evento e, após aprovação, assinam o termo de adoção e iniciam o processo de adaptação do novo integrante da família. Também é possível tirar dúvidas sobre a rotina dos pets e os cuidados necessários para cada um. Entre os animais disponíveis para a adoção, estão cãezinhos cadeirantes, cegos e epiléticos. 

A psicóloga e fundadora do Projeto Cãodeirante, Sophia Porto, é tutora do Marrom, cachorro paraplégico que inspirou a criação do projeto, e comenta que muitas vezes esses cães passam a vida nos abrigos de resgate.

"Sou voluntária há muitos anos em ONGs da causa animal e foi assim que conheci o Marrom, o meu ‘cãodeirante’. Observamos, durante muitos anos, animais que não ganham uma família por conta de suas deficiências. Nosso projeto tem o objetivo de cuidar desses pets e desmistificar o preconceito", explica.

Segundo Sophia, a motivação para criar o projeto surgiu quando Marrom entrou para a sua família, após mais de dois anos esperando pela adoção. "Já passaram pelo projeto inúmeros animais que seriam eutanasiados e hoje, com muito carinho e cuidado, alguns até voltaram a andar. Poder levar informação para mais famílias, dar oportunidade para conhecer esses pets e entender que de ‘coitadinho’ só o preconceito, é fundamental para ampliar a adoção", comenta.

O Projeto Cãodeirante foi criado há dois anos e já recebeu o apoio de diversos influenciadores e artistas, incluindo a cantora Anitta.

 

Serviço

2ª Feira de Adoção de Animais com Deficiência – Shopping Frei Caneca

Data: 30 de Abril 

Horário: 12h às 17h

Local: Entrada Principal – Piso TS Endereço: Rua Frei Caneca, 569 – Cerqueira César

Mais Informações: www.freicanecashopping.com.br

Projeto Cãodeirante: @cãodeirante