Famosos na moda

- O Estado de S.Paulo

Primeiro dia de desfiles da São Paulo Fashion Week teve celebridades globais e a veterana Luíza Brunet nas passarelas

Um time de celebridades abriu o primeiro dia de desfiles da 23ª São Paulo Fashion Week, que começou ontem, com a apresentação do estilista Fause Haten no Shopping Iguatemi. Desfilaram para Haten as globais Paola Oliveira, Taís Araújo, Camila Rodrigues e Érika Mader (sobrinha de Malu Mader), além do VJ da MTV Felipe Solari. O estilista buscou referências nos livros infantis, com o circo e a boneca Barbie de base. "O universo infantil não tem preconceito." O segundo a se apresentar, já no prédio da Bienal, no Ibirapuera, foi Alexandre Herchcovitch, sempre um dos mais esperados. O desfile começou deixando claro que o estilista faria uma incursão sem volta ao guarda-roupa masculino. Ele pegou o colete e a casaca do black tie, desfez e reconstruiu como salopetes, tops e vestidos. Na primeira fila, Ana Paula Padrão, jornalista-celebridade, atraiu um batalhão de fotógrafos. Já o prefeito Gilberto Kassab só entrou na sala de desfile quando as luzes já tinham se apagado. As outras apresentações foram de Raquel Davidowicz , da Uma - de cores mornas, sem a vibração -, e de Tereza Santos, que levou Luíza Brunet à passarela, em belíssima forma.O evento ainda teve Forum Tufi Duek, Osklen e Cia. Marítima. O principal destaque do desfile da Cia Marítima, que fechou o primeiro dia na São Paulo Fashion Week, foi... o corpão de Fernanda Lima. E olha que havia tops de peso (no sentido figurado, claro) na passarela, como Ana Beatriz Barros, Barbara Berger e Marcelle Bittar. A atriz-apresentadora fez mais sucesso do que qualquer outra, com a silhueta magra, sarada, e recheada ao mesmo tempo. Fernanda fez três entradas, uma de engana-mamãe (maiô que parece que é biquíni), outra com uma batinha sexy com estampa de cobra, e a terceira de biquíni baixinho, revelando todas as tatuagens da moça, para delírio da platéia masculina - pequena, mas barulhenta. Ah, e a moda praia da Cia. Marítima? A grife de Benny Rosset não inova o repertório, e, ao contrário do que sinalizou o Fashion Rio, também não quer saber de investir em maiôs. O que há, e muito, são estampas, de todo tipo, gênero, cor e tamanhos.