Experiência foi relatada no ''Estado''

- O Estado de S.Paulo

A reforma iniciada em 2001 nas escolas de Nova York, durante a gestão do prefeito Michael Bloomberg, foi estudada de perto pela equipe do Instituto Fernand Braudel, que ajudará na execução do projeto-piloto paulistano. O diretor-executivo do instituto, Norman Gall, passou meses visitando as escolas que participaram da reforma e conversando com gestores, professores e alunos americanos. Uma síntese desse trabalho de pesquisa foi publicada pelo Estado em uma série de artigos em abril de 2007. "Estamos pesquisando como eles fizeram para apoiar o professor em sala de aula lá, para tentarmos aplicar aqui", afirma Norman Gall. "Falta apoio e infraestrutura para o professor em muitas redes de ensino", explica ele, que encontra muitos pontos em comum entre a realidade escolar de Nova York e a de São Paulo.