Evento dá início às celebrações dos 100 anos da ABI

- O Estado de S.Paulo

Salão do Jornalista Escritor está sendo realizado em São Paulo

Uma solenidade marcou, ontem à noite, a abertura do I Salão Nacional do Jornalista Escritor, promovido pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI), seção São Paulo, como primeiro evento do centenário da entidade, criada em abril de 1908. Na abertura, no Memorial da América Latina, o presidente da ABI, Maurício Azêdo, disse que os eventos comemorativos do centenário "relembrarão a importância histórica da ABI em todas as lutas políticas e sociais do Brasil dos últimos cem anos". O empresário e intelectual José Mindlin, representante da Academia Brasileira de Letras (ABL), disse que o centenário da ABI registra o papel fundamental da imprensa no desenvolvimento do País. "Gostaria de estar vivo nos próximos vinte anos para poder assistir ao triunfo desta Nação", comentou Mindlin. O salão abre hoje para o público com uma entrevista - feita pelo público - do jornalista e escritor Luis Fernando Verissimo, às 14h30, no Memorial. Às 16 horas, a entrevista se repete com Ruy Castro. Às 17h30, o primeiro debate do salão terá o jornalista Fernando Morais como palestrante. E às 20 horas a palestra será do jornalista espanhol Ignacio Ramonet, diretor de redação do jornal francês Le Monde Diplomatique. O Diretor de Conteúdo do Estado, jornalista Ricardo Gandour, esteve presente ao evento de abertura do salão.